O que Deus espera de mim?

  • 16/10/2020

O que Deus espera de mim?

Quero falar sobre três mulheres na Bíblia cujos papeis podem nos inspirar e nos fazer refletir sobre nosso relacionamento com Deus e como estamos nos movendo em prol dos propósitos que Ele tem para cada uma de nós. Sim, Ele te deu um propósito que serve certinho para você. Muitas vezes não o identificamos porque estamos olhando a nossa vida sob a lente da vida de “outra” mulher. E isso talvez até nos assuste pois pensamos que não iremos conseguir fazer o que ela faz. Bom, isso é bem verdade, não porque não tenhamos capacidade para tal. Mas porque temos o nosso próprio papel, criado exatamente para que possamos conseguir dar conta dele e ainda ficarmos satisfeitas com o resultado.

Existem mulheres que nasceram para presidir uma empresa, e até um país, embora seja bem raro ainda. Outras nasceram para criar coisas, com seus talentos para fazer objetos, enfeites lindos. Tem aquelas que nasceram para ensinar, para ajudar outros a serem o que nasceram para ser. Também existem mulheres cujo propósito é cuidar de sua família, manter sua casa... e tantos outros papeis... Bem, o que eu quero dizer é que todos eles têm valor e importância. E é isso que Deus quer que a gente entenda e, a partir dessa consciência, que sejamos felizes dentro do que Ele estabeleceu.

Vamos às nossas personagens: Ester, Raabe, Maria e VOCÊ!

Ester era uma judia escrava, órfã, e normalmente o judeu não é escravo, mas Ester era. Mesmo assim, Deus tinha um papel maravilhoso para ela: tornar-se rainha. Então, Ester deveria superar um grande desafio para servir ao propósito de Deus. Olhando para aquela moça virgem, seria impossível imaginar que ela não precisasse usar a cama para ganhar a eleição para ser a futura rainha. Mas Deus já tinha o plano traçado e o que Ester precisava, ainda que não tivesse prática e não conhecesse aquele mundo para o qual ela estava entrando, era acreditar e seguir as orientações que viriam. Se Ester fosse apenas bonita, mas não obedecesse aos conselhos de seu tio, ela não teria vencido aquele concurso. Então, a aparência não é tudo!

Raabe era uma prostituta. Ao contrário de Ester, era na cama que ela “conquistava” seu sustento. Mas, mesmo naquela condição, Raabe não se deixou intimidar por ter uma vida fora das regras daquela sociedade. Quando ela teve oportunidade de realizar uma virada, não a desperdiçou. Raabe acreditou que o Deus de Israel estava dando as cidades para o Seu povo e ela então desejou entrar naquela promessa, por isso protegeu os espias e fez o que sabia fazer: negociou com eles para que junto com sua família entrasse naquela promessa.

Nossa terceira personagem é a jovem Maria, uma virgem que estava recém-casada e que havia ficado grávida, de forma sobrenatural, da maior e mais poderosa promessa de Deus para o mundo, que era o nascimento de Jesus, o Salvador! Maria, naquela situação, poderia ter sido apedrejada e morta. Mas ela não pensou nesse tipo de consequência, apenas colocou-se para cumprir o propósito de Deus:

“Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua palavra. E o anjo ausentou-se dela.” (Lucas 1:38 – grifos meus)

Maria estava com seu coração e alma completamente entregues a Deus e aos Seus propósitos. Após Deus revelar o Seu amor, o Seu propósito, Seu cuidado e Seu carinho para conosco Ele espera que nós tomemos posição. Assim como Maria fez!

Agora vamos falar da outra mulher nesse contexto, que é VOCÊ.

Você viu que a aparência apenas não decide nosso futuro, assim como foi com Ester. Uma vida fora das regras sociais também não, como era o caso de Raabe. E também que ameaças contra nossa vida também não podem roubar os planos de Deus para nós. O que precisamos é ter as mesmas disposições dessas mulheres que se tornaram “modelos” de fé e amor a Deus.

Então, o que Deus espera de nós é que façamos a nossa parte. Que não nos apeguemos aos propósitos alheios e muito menos que encontremos em nós pontos fracos que poderiam justificar nosso “fracasso” em cumpri-los. Para Deus, a disposição, a obediência e a fé valem muito mais que qualquer atributo humano ou a ausência dele.

Às vezes não ouvimos Deus falar conosco simplesmente porque Ele já falou. Pense nisso, coloque-se nas Mãos Dele e seja feliz!

O Pai ama você.

Por Darci Lourenção, psicóloga, pastora, coach, escritora e conferencista. Foi Deã e Professora de Aconselhamento Cristão. Autora dos livros “Na intimidade há cura”, “A equação do amor” e “Viva sem compulsão”.

* O conteúdo do texto acima é de colaboração voluntária, seu teor é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.

Leia o artigo anterior: “Por ser mulher”: um programa de saúde emocional e espiritual para o público feminino

FONTE: http://guiame.com.br/colunistas/darci-lourencao/o-que-deus-espera-de-mim.html

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

No momento todos os nossos apresentadores estão offline, tente novamente mais tarde, obrigado!

Anunciantes